In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow
PREVISÃO DE TEMPO

Para o período de 10 a 16/10/2017

Segundo as previsões a região de Petrolina, Juazeiro e vizinhanças apresenta céu parcialmente nublado com baixa possibilidade de ocorrência de chuva. No estado de Pernambuco, a cidade de Arcoverde apresenta possibilidade de ocorrência de pancadas de chuva no dia 12/10/17.

CONDIÇÕES CLIMÁTICAS OBSERVADAS NO DIA:

18/10/2017

JUAZEIRO
VALOR
OCORRÊNCIA
Precipitação acumulada dia
     0,0 mm
diária
Precipitação acumulada mês
     0,0 mm
Outubro
Precipitação acumulada ano
125,3 mm
2017
Radiação Solar Global
20,9 MJ/m2/d
diária
Evap. de Referência - ETo
  4,9 mm
diária
Temperatura Máxima
32,4 ºC
14:33
Temperatura Mínima
21,8 ºC
03:24
Umidade Relativa Máxima
68,9%
23:59
Umidade Relativa Mínima
28,1%
16:05
Velocidade do Vento Máxima
42,1 Km/h
18:47
  
PETROLINA
VALOR
OCORRÊNCIA
 
Precipitação acumulada dia
    0,0 mm
diária
 
Precipitação acumulada mês
    0,0  mm
Outubro
 
Precipitação acumulada ano
136,4  mm
2017
 
Radiação Solar Global
20,9 MJ/m2/d
diária
 
Evap. de Referência - ETo
 5,0 mm
diária
 
Temperatura Máxima
32,4 ºC
15:16
 
Temperatura Mínima
21,6 ºC
05:45
 
Umidade Relativa Máxima
70,6%
23:48
 
Umidade Relativa Mínima
28,1%
16:01
 
Velocidade do Vento Máxima
44,3 Km/h
21:50

INFORMAÇÕES

Temperaturas mínimas recordes nos Sertões de Pernambuco e Bahia

Nesta sexta-feira 14/07/2017, a temperatura na região de Petrolina e Juazeiro, assim como em várias localidades do Sertão de Pernambuco e Bahia, foi muito baixa, em comparação com os valores comumente observados. Nas zonas rurais de Petrolina e Juazeiro, onde o Laboratório de Meteorologia – LABMET da UNIVASF e o DTCS/UNEB veem fazendo medidas desde o ano de 2007 e 2006, as temperaturas foram as menores registradas nos últimos 10 anos. No Campus de Ciências Agrárias da UNIVASF em Petrolina, a temperatura foi de apenas 14,4o C e no Campus da UNEB em Juazeiro, menor ainda 13,5o C. Por outro lado, nas áreas urbanas das duas cidades, as quais, em função das estruturas de asfalto, concreto e prédios de um modo geral, absorverem mais calor durante o período diurno e conservar um pouco desse calor absorvido durante a noite e também do bloqueio do vento, que termina não dispersando calor, as temperaturas mínimas foram um pouco maiores do que nas zonas rurais. Vejamos os índices registrados na zona urbana de Petrolina: no Condomínio Portal das Águas 16,8o C e no Bairro Gercino Coelho, Estação do INMET 16,9o C. Em Juazeiro, no Bairro Dom José Rodrigues, a estação meteorológica da UNIVASF registrou 15,7o C. Isso mostra que o frio em Juazeiro, tanto na área rural como na área urbana foi mais acentuado do que em Petrolina.

Fazendo um relato resumido dessa onda de frio observada 14/07/2017, para os locais que dispõem de Estações Meteorológicas do INMET, no Sertão de Pernambuco e no Sertão da Bahia, pode se afirmar que a onda de frio foi muito abrangente. No Sertão da Bahia, foram registradas temperaturas: Remanso 17,2o C Jacobina 16,0o C; Curaçá 15,7o C; Senhor do Bonfim e Uauá 15,5o C; Euclides da Cunha 14,7o C; e Morro do Chapéu a cidade que teve a menor temperatura mínima 13,1o C. No Sertão de Pernambuco tivemos: Ouricuri 16,8o C; Cabrobó 16,6o C; Serra Talhada 16,5o C; Floresta e Ibimirim 15,6o C; e por fim na cidade de Triunfo, a qual devido sua altitude mais elevada, em média tem as menores temperaturas dentro do estado de Pernambuco, a temperatura despencou, atingindo 12,9o C.

LABMET NA MÍDIA

Nordeste enfrenta a pior seca desde 1910  17/05/2017 para o Jornal Francês Le Monde  -  Veja a matéria clicando aqui 

Entrevista no Programa Sala de Conversa
26/01/2017 para TV SOL (Patos) - Veja e Matéria clicando aqui
Meteorologista não acredita no prolongamento da seca no Sertão. Escute
27/01/2017 para Patos OnLine - Veja e Matéria clicando aqui
A história da seca e as secas históricas
26/01/2017 para Rádio Jornal - Veja e Matéria clicando aqui
Chuva no Agreste traz esperança e alegria à população
19/12/2016 para Rádio Jornal - Veja a Matéria clicando aqui

In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow